A despeito do que muitos pensam e dizem, ter uma formação, ter um Diploma estrangeiro é sim algo a se orgulhar.

A Grande maioria dos Docentes das Universidades Publicas Brasileiras possuem formação em alguma Universidade Estrangeira.

A Unilogos foi aprovada e compõe o seleto grupo de Universidades da Olympos Intellectual Center (Heptapolis), neste grupo temos a presença da UFMG, USP, Unicamp e UFRJ, grandes referências da educação no Brasil.

Temos como exemplo o rol de professores da Faculdade de Economia da UNB (http://www.economia.unb.br/menu-styles), 21 dos professores possuem formação estrangeira e são muito respeitados, isso no mundo dos gabaritados professores Brasileiros é sinal de grande prestigio.

Mas não para por aí, existem dezenas de Reitores com formação estrangeira, principalmente em Universidades Americanas. Os reitores buscam formação Americana pois sabem o respeito que adquirem a partir disso, o USA esta entre os 10 melhores países perante o Ranking Educacional mundial, isso é um grande diferencial, conforme demonstrado no site da Fundacred (https://www.fundacred.org.br/site/2017/11/23/top-10-paises-com-os-melhores-sistemas-de-educacao-do-mundo/).

Copiando o texto do site da Ambra College, uma respeitada instituição:

“Sinceramente, qual chama mais atenção o título do Brasil ou título de países como Estados Unidos e Inglaterra?

As instituições privadas podem fazer algo dessa forma para listar professores que possuem titulação fora do Brasil.

Alguns pontos que quero ressaltar:

  1. Eu não estou dizendo que a lista de professores da UnB fez ou não o reconhecimento do título no Brasil.
  2. Note que se o fato de ter ou não o reconhecimento fosse realmente importante, essa informação estaria explicita no site da UnB para os professores de economia.
  3. Cada instituição privada tem liberdade para fazer seu próprio juízo de valor sobre a percepção de um título de mestrado ou doutorado do exterior.

Agora, eu tenho tranquilidade para dizer que se você comparar você com um mestrado ou doutorado do exterior versus você sem esse título, a versão de você mesmo com o título do exterior, na maioria dos casos, será mais valiosa.”             

A Ambra College chama atenção para a relevância de se obter um diploma americano, é claro que você deve saber onde ir buscar sua formação, existem instituições sem qualquer compromisso com a qualidade, você poderá perceber isso quando notar que existem poucos envolvidos na administração dela e todo contato é eletrônico automatizado, isso já mostra que a instituição não deseja apresentar uma métrica qualitativa de seu trabalho, muitas não possuem publicações e suas pesquisas não passam por nenhum comitê regulador. Esses e muitos outros são sinais de que você precisa se atentar.

A UNESCO em seu Relatório de Monitoramento Global da Educação (2019), descreveu:

“O México e os EUA estão entre os países que utilizam programas de mobilidade como diplomacia cultural e ajuda ao desenvolvimento. Alguns países emissores, como o Brasil e a Arábia Saudita, subsidiam os estudos no exterior como estratégia de desenvolvimento.”

Ou seja, esta clara a importância da educação estrangeira, a própria UNESCO declara que o Brasil tem como estratégia para melhoria educacional o subsidio da educação estrangeira. Se a administração Federal e seus dirigentes conseguem alcançar a importância disso, esta mais que evidente a importância e a qualidade da educação Internacionalizada.

Mais que nunca a educação internacional esta em evidência, você pode escolher se internacionalizar ou pode ficar parado no tempo, enquanto os lideres de nossa nação avançam para a educação globalizada e inclusiva.

Avante Família Unilogos!